Gonçalo Carvalho mantém pódio na Geral da Juventude

10 AGO 2018

Estão percorridos pela equipa Continental UCI Miranda-Mortágua os 147,6 km que hoje ligaram Barcelos a Braga, ao longo da oitava etapa da Volta a Portugal em bicicleta. O coletivo de Pedro Silva uniu-se para defender o lugar de Gonçalo Carvalho na Geral da Juventude, que continua com o 3.º lugar do pódio garantido, permanecendo, também, nos primeiros 25 da Geral Individual.

Com as equipas que lideram a impor hoje um ritmo muito forte, foram criadas desde cedo dificuldades logo à primeira passagem pelo Sameiro e a Miranda-Mortágua, com uma equipa jovem e menos experiente, sentiu que as dificuldades aumentaram.

O diretor desportivo da Miranda-Mortágua explicou que na tirada do dia, na fase inicial, “era importante algum corredor ter entrado na fuga, mas não conseguimos. Desta forma o trabalho que foi feito, à semelhança de ontem, foi estar de novo junto do Gonçalo Carvalho para mantê-lo confortável para as duas últimas subidas”.

Uma vez mais a Miranda-Mortágua correspondeu, estando “sempre unida e fazendo um grande trabalho para que o Gonçalo entrasse bem colocado. Mas o ritmo acelerou e o nosso ciclista não conseguiu seguir os 11 homens que se destacam na dianteira e organizaram a fuga. Ainda assim as perdas foram minimizadas e conseguimos manter o terceiro da Juventude”, adiantou Pedro Silva, ressalvando que desta forma “não deixam de estar cumpridos os nossos objetivos para esta Volta”.

Amanhã chega uma etapa decisiva e muito dura, que termina com a mítica subida à Senhora da Graça. Pedro Silva sabe que a equipa já começa a mostrar sinais de desgaste e que se avizinha mais um grande desafio, “mas vamos enfrentar a jornada com a mesma ambição e coragem de sempre e trabalhar para manter o pódio na Juventude com o nosso Gonçalo Carvalho”, afirmou, confiante.

O pelotão vai assim enfrentar 155,2 km para cumprir a nona etapa este sábado, entre Felgueiras e o alto do Monte Farinha, mais conhecido por Senhora da Graça. A subida final tem 8,3 km a 7,6% de inclinação média, mas é ainda precedida por duas outras montanhas de elevada dificuldade: o alto da Barra (13,3 km a 5,8%) e o Barreiro (9,9 km a 6,5%). Sem dúvida que será o dia que vai marcar as decisões finais e onde o destaque vai para os trepadores.

Fotos: Miranda Bike Parts

CLASSIFICAÇÃO ETAPA

1.º - Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano-Uli) 3h40m44s
43.º - Gonçalo Carvalho (Miranda-Mortágua) 2m36s
53.º - Hugo Nunes (Miranda-Mortágua) 5m08s
85.º - Nuno Meireles (Miranda-Mortágua) 14m34s
87.º - Francisco Campos (Miranda-Mortágua) mt
96.º - Jorge Magalhães (Miranda-Mortágua) mt

CLASSIFICAÇÃO GERAL

1.º - Raúl Alarcón (W52/ FC Porto) 36h26m54s
24.º - Gonçalo Carvalho (Miranda-Mortágua) a 12m41s
43.º - Hugo Nunes (Miranda-Mortágua) a 29m21s
75.º - Nuno Meireles (Miranda-Mortágua) a 1h05m54s
101.º - Jorge Magalhães (Miranda-Mortágua) a 1h30m54s
103.º - Francisco Campos (Miranda-Mortágua) a 1h34m29s

CLASSIFICAÇÃO GERAL JUVENTUDE

1.º - Xuban Errazkin (Vito-Feirense-BlackJack) 36h30m46s
3.º - Gonçalo Carvalho (Miranda-Mortágua) a 8m49s

CLASSIFICAÇÃO POR EQUIPAS

1.º - Sporting/ Tavira 109h28m30s
16.º - Miranda-Mortágua a 1h39m54s

Sponsors