Gonçalo Carvalho em grande plano na Serra da Estrela

5 AGO 2018

Gonçalo Carvalho, da equipa Continental UCI Miranda-Mortágua, subiu hoje à 3.ª posição da Geral da Juventude após concluir a Etapa Rainha da 80.ª Volta a Portugal em bicicleta, que chegou às Penhas da Saúde, com a Serra da Estrela como cenário de fundo. Foram percorridos 144,3 km que tiveram início na cidade da Guarda. Já Francisco Campos mostrou que também tem pernas para a montanha e esteve presente na fuga do dia, sendo o 4.º a passar os prémios de montanha de 1.ª categoria das Penhas Douradas e de 3.ª categoria de Sarzedo. Na meta volante de Gouveia foi o terceiro a cruzar a linha.

Embora tendo sido encurtada, a tirada deste domingo não deixou de ser considerada a Etapa Rainha, com uma chegada na Serra da Estrela. Para Pedro Silva, diretor desportivo da Miranda-Mortágua, “a equipa esteve bem e sempre em bom plano. Estivemos presentes o dia todo com o Francisco Campos na fuga do dia, onde o tínhamos como representante. Embora o nosso objetivo fosse estar com o Gonçalo Carvalho, por causa da Juventude, mas que acabou por ganhar lugares e fez uma boa subida. Por isso saímos satisfeitos com o desempenho de toda a equipa, porque conseguimos dar nas vistas, embora parcialmente, mas demos”.

Para amanhã Pedro Silva vai aguardar para perceber como recupera Francisco Campos. Estando hoje na fuga, o desgaste foi grande. E para esta segunda-feira adivinha-se uma tirada muito rápida e com constante sobe e desce, “portanto será uma etapa muito difícil e complicada, estamos à espera de muita velocidade”, adiantou o diretor desportivo. “Vamos ver se conseguimos também eventualmente entrar numa fuga para marcar presença, mas mais importante mesmo é ver como o Campos recupera. A equipa vai estar com ele na parte final para o sprint, para tentar pelo menos fazer os 10 primeiros”, rematou.

Amanhã é dia para correr a quinta etapa, com 191,7 km de viagem a ligar o Sabugal a Viseu, com um percurso que vai favorecer a chegada aos sprinters. Com este sexto dia de Volta a Portugal, em véspera de descanso, Pedro Silva faz um breve balanço do trabalho até aqui desenvolvido e assegura que os corredores Miranda-Mortágua já se habituaram “a este frenesim e a esta corrida diferente daquilo que eles tinham feito até agora. Creio que estão no bom caminho, a fase de adaptação também já passou e a do calor abrandou um pouco, o que vem facilitar um bocadinho as coisas. Posto isto estamos confiantes para as etapas que aí vêm”

Fotos: Miranda Bike Parts

CLASSIFICAÇÃO ETAPA

1.º - Raul Alarcón (W52/ FC Porto) 4h02m19s
26.º - Gonçalo Carvalho (Miranda-Mortágua) a 5m56s
37.º - Hugo Nunes (Miranda-Mortágua) a 8m41s
77.º - Jorge Magalhães (Miranda-Mortágua) a 21m54s
85.º - Nuno Meireles (Miranda-Mortágua) mt
107.º - Francisco Campos (Miranda-Mortágua) a 26m39s

CLASSIFICAÇÃO GERAL

1.º - Raul Alarcón (W52/ FC Porto) 19h49m54s
22.º - Gonçalo Carvalho (Miranda-Mortágua) a 7m06s
47.º - Hugo Nunes (Miranda-Mortágua) a 16m40s
71.º - Nuno Meireles (Miranda-Mortágua) a 34m14s
104.º - Jorge Magalhães (Miranda-Mortágua) a 53m26s
107.º - Francisco Campos (Miranda-Mortágua) a 57m24s

CLASSIFICAÇÃO GERAL JUVENTUDE

1.º - Xuban Errazkin (Vito-Feirense-BlackJack) 19h52m14s
3.º - Gonçalo Carvalho (Miranda-Mortágua) a 4m46s

CLASSIFICAÇÃO POR EQUIPAS

1.º - Sporting/Tavira 59h36m33s
15.º - Miranda-Mortágua a 50m55s

Sponsors