Grande Prémio de Mortágua

8 JUN 2018

A equipa Continental UCI Miranda-Mortágua vai para a estrada sábado, dia 18 de agosto, para participar em casa no 18.º Grande Prémio de Ciclismo de Mortágua, prova onde será disputada a terceira prova pontuável para a Taça de Portugal Jogos Santa Casa de Elite e Sub-23, da qual o coletivo é líder absoluto no ranking.

O 18.º Grande Prémio de Ciclismo de Mortágua vai apresentar-se com um percurso exigente, ao longo de 144 km, que serão acompanhados pelo calor que vai voltar em força, com temperaturas que vão rondar os 40 graus. A partida está marcada para as 12 horas, na Avenida dos Bombeiros Voluntários. Quanto ao final da prova, esse será a partir das 15.30 horas e conta com mais três passagens em sentido contrário pela meta, terminando à terceira no sentido da chegada.

Ao longo da viagem, da qual fazem parte equipas continentais e de clube, o percurso vai ser repetido três vezes, sendo cruzadas três metas volantes em Mortágua, aos quilómetros 48, 96 e 123, e três prémios de montanha de 3.ª categoria, na Felgueira, que surgem aos quilómetros 38, 86 e 134.

Da Miranda-Mortágua estão convocados oito corredores para alinhar no sábado. São eles António Barbio, Nuno Meireles, Hugo Nunes, Francisco Campos, Jorge Magalhães, Gonçalo Carvalho, José Sousa e Tiago Leal.

A Miranda-Mortágua, equipa da casa e que vai correr para defender o troféu luso, está no comando da Classificação Geral da Taça de Portugal Jogos Santa Casa com António Barbio, que soma 86 pontos no total. Em Sub-23 é Hugo Nunes o melhor classificado da equipa, ao ocupar a 2.ª posição do ranking, com 130 pontos, seguindose, em 3.º lugar da Geral deste escalão, Francisco Campos (125 pontos).

A equipa liderada por Pedro Silva é quem também comanda, por Equipas, a Classificação Geral da Taça de Portugal Jogos Santa Casa.

"Ao sermos líderes da Taça de Portugal ninguém parou após a Volta a Portugal, porque é nosso objetivo lutar pela vitória neste troféu, tanto na Geral absoluta como em Sub-23. Portanto no sábado vamos correr em casa e vamos continuar na luta, para mais uma vez dignificar todos aqueles que de facto apoiam e mantêm este projeto na estrada”, adiantou Pedro Silva, diretor desportivo da Miranda-Mortágua.

Com organização a 100% do Velo Clube do Centro, do qual Pedro Silva também é fundador e mentor, a corrida de sábado trouxe “uma semana de muito trabalho, sem descanso após a Volta, para podermos preparar bem a prova, que promete trazer grande expectativa a nível desportivo”, confirmou o dirigente. A Taça de Portugal Jogos Santa Casa de Elite e Sub-23 prossegue com a quarta prova no dia 16 de setembro, com a Volta à Bairrada (Anadia) e termina dia 6 de outubro, com a quinta prova, que decorrerá durante a Clássica de Tavira, no Algarve, corrida que também fecha a época de 2018.

Sponsors